Tão Longe Tão Perto


Múuu do cerrado
27/08/2010, 8:23
Filed under: Brasil, Múuu do cerrado | Tags: , ,

Felipe vai lembrar e me ajudar a contar direito. Entrevistamos Hermeto Pascoal na UnB pra aula “lá vem o Brasil da Célia Ladeira”. Acho que era o Gustavo quem carregava a câmera gigante, bem antes da revolução digital. Depois da hipnose, foi impossível editar aquelas histórias. As ideias pareciam brotar na mesma lógica da sua música, passeando na velocidade dos olhinhos em zigue-zague, conectando, num sentido único, elementos tão distantes como as luzes da Times Square, o concreto de Niemeyer e os sapos e passarinhos de Lagoa das Canoas-AL, com quem Hermeto aprendeu a fazer som. E do canto do Sertão, Hermeto voltou a falar de Brasília, mas de uma capital que só existia na sua cabeça, atenta às potencialidades fantásticas da natureza. E descrevia a esplanada como grandes pastagens por onde circulariam carneirinhos e vacas, soltinhos entre os ministérios, berrando, mugindo.

Quinze anos depois, as histórias de Hermeto desenterram da memória e me ajudam a costurar pedaços de um mosaico agora mais diverso, em que cabem mais cores, sons, cheiros e nomes, tudo trazido pra cá, pro que é familiar e conhecido. Que o “cérebro magnético” de Hermeto dê o tom para unir fragmentos do que já vi e do que está para ser visto, embaralhando e desembaralhando as cartas, ampliando a percepção para  ouvir o mudo cerrado.

Anúncios